Painel: Planetary health: a challenge for public health

A Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP)
O Secretariado da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) e
O Núcleo de Pesquisa em Biodiversidade e Computação da USP (BioComp)

 

Em colaboração com
A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a
The Rockefeller Foundation-Lancet Commission on Planetary Health

 

 Realizamos o Painel
Planetary health: a challenge for public health
24 de setembro de 2015

 

Embora seja inegável a melhoria da saúde humana, em especial em tempos recentes, a contínua e rápida degradação dos sistemas naturais na Terra coloca em risco a saúde das gerações atuais e futuras. Dois importantes relatórios globais recentemente lançados abordam essas relações e alertam-nos para a necessidade de ação urgente.

O relatório “Safeguarding human health in the Anthropocene epoch”, produzido pela The Rockefeller Foundation–Lancet Commission on Planetary Health demonstra o quanto a atividade humana está pressionando as fronteiras seguras dos nossos sistemas naturais além dos limites requeridos para que a humanidade continue a florescer.

O relatório ‘Connecting Global Priorities: Biodiversity and Human Health’, resultado de uma colaboração entre a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Secretariado da Convenção da Diversidade Biológica (CDB), em colaboração com numeroso parceiros e especialistas, examina o estado atual do conhecimento na intersecção entre biodiversidade, ecossistemas e saúde humana, considerando interações em vários níveis, do microbiano ao global. Das relações entre estabilidade dos ecossistemas e a emergência de doenças infecciosas como do vírus Ebola, às conexões entre biodiversidade, diversidade nutricional e saúde. Ao fazer isso, também analisa os impactos de indutores comuns de perda de biodiversidade, degradação de ecossistemas, má saúde, as limitações dos modelos econômicos predominantes de produção e consumo, e pressões compostas – como mudança do uso da terra, mudanças climáticas e poluição - nos limites ambientais.  

Ambos os textos conclamam os atores envolvidos à ação imediata, antes que limites irreversíveis sejam ultrapassados.

Este painel, além de lançar os textos no Brasil, chamou atores importantes no cenário paulista e nacional para debater o engajamento de suas organizações nesses temas interconectados, e as ações propostas para abordá-los. Um dos objetivos foi discutir um plano de ação integrado para saúde de ecossistemas, humana e planetária, um relatório “Planetary Health – Brazil” e a formação de uma rede de especialistas e instituições brasileiras como parte de uma rede e iniciativa internacional inter-setorial e interdisciplinar.

Este evento foi complementado por evento na Fiocruz, no Rio de Janeiro, dia 25 de setembro, o qual deram mais atenções ao relatório conjunto da OMS-Secretariado da CDB.

Recomendamos a leitura dos relatórios, acessíveis em:

The report of The Rockefeller Foundation-Lancet Commission, ‘Safeguarding Human Health in the Anthropocene’: http://www.thelancet.com/commissions/planetary-health

The WHO-SCBD State of Knowledge Review ‘Connecting Global Priorities Biodiversity and Human Health’: https://www.cbd.int/en/health/stateofknowledge 

 

Este evento obteve o apoio:

Escola Politécnica da USP

Instituto de Biociências da USP

Instituto de Estudos Avançados da USP

Para assitir ao debate, acesse o link:

http://iptv.usp.br/portal/video.action?idItem=29973

 

PDFs

Apresentação do Prof. Andy Haynes

"Safeguarding human health in the
Anthropocene epoch"

Apresentação do Dr. Braulio Ferreira de Souza Dias
" State of Knowledge Review on
Biodiversity and Human Health"

 

folder planetary