Diversificaço de gêneros megadiversos na Região Neotropical: sistemática e evolução de Baccharis L. e Mikania Willd. (Asteraceae)

Vigência: 01/12/2011 - 30/11/2013

Financiador: FAPESP

 

Asteraceae é cosmopolita e possui alta diversidade em campos, savanas e florestas montanas. O projeto enfoca dois gêneros megadiversos, dentre os maiores dessa família: Baccharis L., com ca. 400 espécies, ocorre em formações campestres, savânicas e florestas altimontanas, enquanto Mikania Willd., com ca. 450 espécies, predomina em formações florestais, embora também ocorra em formações abertas. A impressionante diversidade de Baccharis e Mikania, com ca. 90% de suas espécies representadas no Neotrópico, traz a possibilidade de estudar a diversificação de Asteraceae em ecossistemas florestais, savânicos e campestres. O projeto visa ao estudo da sistemática e evolução de Baccharis e Mikania e à proposição de hipóteses acerca da diversificação desses gêneros, levando a um melhor entendimento das mudanças de ambiente campestre/florestal e das conexões florísticas entre florestas, savanas e campos na América do Sul. As atividades previstas envolvem o estudo de espécimes em herbários, trabalhos de campo, caracterização morfológica e caracterização molecular, por meio de marcadores de nrDNA e cpDNA, e análises filogenéticas, utilizando os dados morfológicos e moleculares isoladamente ou em conjunto. O projeto prevê a seleção de caracteres morfológicos informativos para as análises filogenéticas; o ajuste de protocolos de extração e amplificação de sequências de DNA e a triagem de marcadores moleculares filogeneticamente informativos nos grupos estudados. Dentre os resultados esperados estão a elaboração de hipóteses filogenéticas para Baccharis e Mikania e a aplicação das filogenias no aperfeiçoamento dos sistemas de classificação infragenérica desses gêneros e na proposição de hipóteses sobre a evolução de caracteres morfológicos, biológicos e autoecológicos, contribuindo para o estudos dos padrões de diversificação de Asteraceae na América do Sul.

Equipe

  • José Rubens Pirani - Coordenador
  • Dr. Alexandre Antonelli (Univ. Gotemburgo, Suécia)
  • Dr. Thomas Stützel (Universidade de Bochum, Alemanha)
  • Gustavo Heiden
  • Caetano Troncoso Oliveira

Instituições:

  • IBUSP
  • Universidade de Gotemburgho (Suécia)
  • Universidade de Bochum (Alemanha)